Segunda, 16 de dezembro de 2019
11 98407-4416
Cidades

18/07/2019 às 15h35

Taboão da Serra / SP

São Bernardo do Campo ganha base do SAMU
Prefeitura inaugurou o equipamento público na região central em ponto estratégico para o reforço no atendimento da Saúde no município

Por Elizeu Teixeira Filho, do Jornal SP Repórter

São Bernardo do Campo ganha base do SAMU

Com base na Lei Municipal 6691, de 28 junho de 2018, que permite, de forma pioneira, à Administração tomar posse de terrenos privados abandonados e com dívidas com o município, a Prefeitura de São Bernardo inaugurou, nesta quarta-feira (17/07), a nova base central do Serviço Móvel de Urgência e Emergência – SAMU. A cerimônia contou com a presença do prefeito Orlando Morando, do secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple, do secretário de Serviços Urbanos e vice-prefeito, Marcelo Lima, demais secretários municipais, da deputada estadual, Carla Morando, vereadores da base aliada e dos moradores da região.


 


O local, que antes abrigada um posto de combustível, entre as ruas Jurubatuba e Joaquim Nabuco, é o primeiro imóvel que teve nova destinação social após cumprimento da legislação, no final de janeiro deste ano.


 


O novo equipamento público, antes instalado dentro do Cenforpe, no prédio do Centro Audiovisual, no Planalto, passa a funcionar com melhor logística e mais agilidade. A cidade conta ainda com outras 13 bases descentralizadas de urgência e emergência.


 


Sobre a importância da Lei criada, o prefeito Orlando Morando denominou como a maior guinada da história de São Bernardo, uma das primeiras da cidade do Brasil com poder de arrecadação de imóveis inadimplentes e abandonados. “Nosso objetivo é moralizar. Não é justo com a cidade que fica urbanisticamente empobrecida e com os moradores do entorno conviver com o transporto que um terreno abandonado gera”, defendeu Morando.


 


O secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple, avaliou na nova estrutura como a melhor do Grande ABC. “Nenhuma outra cidade possui uma base do SAMU com infraestrutura tão completa. Desta maneira oferecemos um serviço de maior qualidade e valorizamos os nossos funcionários, que são verdadeiros anjos da guarda quando o assunto é urgência e emergência. Este é mais um demonstrativo de que a Administração não está medindo esforços quando o assunto é investimento em Saúde”, comentou.


 


A deputada estadual Carla Morando reforçou seu compromisso na Assembleia Legislativa em trazer investimentos para São Bernardo. “Em quatro meses de trabalho, como líder do Governo João Doria, trouxemos uma verba importante de R$ 10 milhões para o Hospital de Urgências, fizemos a interlocução do Bom Prato e já estamos trabalhando na instalação da segunda unidade”, declarou Carla.


 


TRANSFORMAÇÃO – Sobre a vocação do terreno em ser uma base dos Serviços de Urgência e Emergência, o chefe do executivo reforçou que a decisão foi sua. “Quando viemos tomar posse deste terreno, foi uma sugestão minha para que o espaço se tornasse a sede da SAMU. Eu conheço a cidade e sei que com esta localização, ao lado da Rodovia Anchieta, as viaturas acessam todos os bairros com maior facilidade. Além de estar próximo a Rodovia Anchieta e ao Hospital Pronto Socorro Central, que em breve será substituído pelo novo Hospital de Urgências”, concluiu o prefeito.


 


Outros três terrenos em situação parecidas já tem novo destino no Rudge Ramos, Jardim Silvina e Assunção. Ao todo, no município são registrados 237 imóveis particulares nestas condições de abandonos e com altos débitos, há mais de cinco anos.  O montante de dívidas soma em torno de R$ 800 milhões. Antes da desapropriação, os terrenos notificados recebem prazo de 30 dias para que os proprietários contestem o apontamento de abandono e apresentem propostas de negociação dos débitos.


 


MELHOR INFRAESTRUTURA –  O espaço atende às determinações do Ministério da Saúde e, pela primeira vez em sua história, o SAMU São Bernardo contará com uma estrutura tão completa. A nova base que foi amplamente reformada por meio da Secretaria de Serviços Urbanos, tem 1.530m², divido em dois pavimentos de 180m². Conta com sala de regulação do Transporte Interhospitalar, almoxarifado, farmácia, área para higiene das viaturas, sala de treinamentos, alojamentos, refeitório, abrigo para oxigênio, área administrativa, sala de coordenação e manutenção. Possui acessibilidade para PNE (deficientes físicos) com vaga de estacionamento exclusiva, banheiro adaptado, portas acessíveis e rampa de acesso ao refeitório.


 


O estacionamento abrigará as 14 viaturas do SAMU, sendo 2 USA (Unidade de Suporte Avançado) e 12 USB (Unidade de Suporte Básico) e as 2 motolâncias. Além das ambulâncias do SAMU, também será destinado um local para as 16 ambulâncias do Transporte Sanitário do município, sendo 2 UTI (Terceirizadas veículo e condutor pela empresa Torre Emergências Médicas), 11 USB (Unidade de Suporte Básico) e 3 USB (Unidade de Suporte Básico).


 

POR: Vivian Rossi, da PMSBC

Por Elizeu Teixeira Filho, do Jornal SP Repórter
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook

© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados

Endereço do jornal: Rua Jundiaí, 56, bairro: Arraial Paulista, Taboão da Serra, São Paulo

Jornalista responsável: Elizeu Teixeira Filho. MTB: 50919/SP

Diretora geral: Vilma Kovacs

Site desenvolvido pela Lenium