Quinta, 22 de agosto de 2019
11 98407-4416
Cidades

13/08/2019 às 20h23

Taboão da Serra / SP

Mogi das Cruzes sedia o 1º Seminário de Saúde do Alto Tietê “Tempo é Vida”
O evento reuniu mais de 300 participantes e apresentou as iniciativas desenvolvidas pelos municípios do Alto Tietê

Por Elizeu Teixeira Filho, do Jornal SP Repórter

Mogi das Cruzes sedia o 1º Seminário de Saúde do Alto Tietê “Tempo é Vida”
Mogi das Cruzes sedia o 1º Seminário de Saúde do Alto Tietê “Tempo é Vida” - Foto: Vinicius Santana/PMMC

Mogi das Cruzes sediou, na terça-feira, 13 de agosto, o 1º Seminário de Saúde do Alto Tietê com o tema “Tempo é Vida”. Realizado no auditório do Cemforpe, o evento foi organizado pelo Condemat – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê, em parceria com a Socesp - Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo e voltado aos profissionais e estudantes da área da saúde, gestores públicos e população em geral.


O evento reuniu mais de 300 participantes e apresentou as iniciativas desenvolvidas pelos municípios do Alto Tietê com o objetivo de reduzir as estatísticas de mortes e internações por Infarto e AVC por meio de parcerias com a Socesp e o Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo.


“Nosso foco, com esse seminário, é conscientizar sobre a importância da rápida identificação dos sintomas do Infarto e AVC e, principalmente, da urgência no atendimento médico especializado para diminuir os riscos de sequelas e óbitos nos pacientes. Para que isso seja possível, precisamos dos esforços de todos”, ressalta Adriana Martins, coordenadora da Câmara Técnica de Saúde do Condemat.


O infarto é a principal causa de morte entre os brasileiros, enquanto o AVC é a principal causa de incapacidade neurológica. Além de orientar sobre as duas doenças, no evento o Condemat oficializou Acordos de Cooperação Técnica para desenvolvimento dos Projetos Infarto e AVC no Alto Tietê em parceria com Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp) e Hospital Luzia de Pinho Melo.


O diretor do Centro de Treinamento de Emergências da Socesp, Agnaldo Píscopo, falou sobre a importância do programa voltado ao treinamento de médicos para identificação e agilidade no atendimento de pacientes com Infarto Agudo do Miocárdio (IAM). “O atraso no atendimento é o maior responsável pelo aumento do número de mortes. E esse atraso se dá pelo fluxo inadequado, seja pelo paciente que chega atrasado ao pronto socorro, muitas vezes por não ter informação e conhecimento necessários para identificar o infarto, ou pelo atendimento realizado dentro das unidades de saúde”, explicou.


Instrutores da Socesp são responsáveis pelo treinamento dos profissionais de saúde para o reconhecimento de situações de emergência cardíaca já no primeiro atendimento, de acordo com os protocolos internacionais.


Dados


As estatísticas apesentadas pela Condemat revelam que o Alto Tietê contabilizou 2.112 internações por Infarto no ano passado e outras 2.011 por AVC. Também em2018, 1.440 pessoas morreram em decorrência de Infarto no Alto Tietê e outras 361 por AVC, doença que é a principal causa de incapacidade neurológica em pacientes.

POR: PMMC

Por Elizeu Teixeira Filho, do Jornal SP Repórter
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook

© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados

Endereço do jornal: Rua Jundiaí, 56, bairro: Arraial Paulista, Taboão da Serra, São Paulo

Jornalista responsável: Elizeu Teixeira Filho. MTB: 50919/SP

Diretora geral: Vilma Kovacs

Site desenvolvido pela Lenium