Prefeitura de Taboão da Serra
Mundial de Clubes

Mundial de Clubes da FIFA vale muito para os sul-americanos, mas nem tanto para os ingleses

Na edição de 2019, a final reuniu Flamengo, do Brasil, e Liverpool, da Inglaterra

21/12/2019 12h44
Por: Por Elizeu Teixeira Filho, do Jornal SP Repórter
Fonte: Betway
Foto: FIFA
Foto: FIFA

Em época de fim de ano, o assunto Mundial de Clubes ganha destaque na mídia brasileira. Mas será que essa notoriedade se repete em países europeus? Na edição de 2019, os finalistas do torneio, que aconteceu no Catar, foram Flamengo (BRA) e Liverpool (ING). Sem dúvidas, o Rio de Janeiro e todos os outros Estados do país acompanharam com ansiedade a competição.

Do outro lado, os torcedores ingleses, apesar de assistirem ao Mundial, não parecem ligar muito para ele. Em entrevista publicada pelo pessoal do site de apostas online Betway Esportes, os se vê que os britânicos não valorizam tanto o torneio como no Brasil. Na porta do Estádio Old Trafford, a equipe da Betway entrevistou diversos torcedores do Manchester United,  que conquistou o Mundial de 1999 contra o Palmeiras. Pelas entrevistas, o título daquele ano não parece ser um tema tão familiar.

Outros depoimentos que chamam a atenção no vídeo são dos torcedores do Chelsea. A reportagem os questiona a respeito da derrota para o Corinthians, na edição do Mundial de 2012. Um dos entrevistados crava. “Não, eu não lembro. Nós jogamos?”. “Não, eu não sei. Desculpe!”, diz outro. “Não eu também não lembro muito bem”, respondeu mais um fã do clube inglês.

De acordo com o meio-campista brasileiro Willian, que joga no Chelsea há vários anos, “realmente eu acho que é no Brasil que o pessoal é mais alucinado com isso (Mundial)”. Provavelmente, esta deve ser também a opinião de vários outros jogadores que jogam no país.

Entrevistado, o repórter esportivo inglês Liam Twomey, do The Athletic, apontou alguns dos motivos para esse desinteresse. “A competição começou a ir mal na Inglaterra na primeira final do Manchester United, muitos anos atrás. Eles abandonaram a FA Cup e receberam muitas críticas na Inglaterra por causa disso. Não acho que o Mundial de Clubes realmente se recuperou disso. A importância do torneio aqui ainda não chega nem perto, nem mesmo das competições domésticas, muito menos da Champions League”, ressaltou.

Além dessas questões, outro fator para que o Mundial fique para “escanteio” no país europeu é o calendário. O torneio da FIFA ocorre em um momento agitado do futebol inglês, com rodadas seguidas da Premier League, a última rodada da Champions League e a Copa da Liga Inglesa. O que se observa é que levar um time titular inglês para a disputa do Mundial de Clubes não agrada torcida, imprensa e nem mesmo, muitas vezes, os clubes.

Ao ir com força máxima para o torneio global, os times correm o risco de seus atletas sofrerem contusões e serem desfalques nas competições que os britânicos mais valorizam, com a Premier League, que é um sucesso em todo o planeta, reunindo os melhores jogadores, com grandes audiências em vários países.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários