Terça, 21 de janeiro de 2020
11 98407-4416
Cidades

06/01/2020 às 20h34 - atualizada em 06/01/2020 às 20h38

Taboão da Serra / SP

Taboão da Serra não registra mortes de mulheres por violência doméstica há 2 anos
Trabalho da Prefeitura de Taboão da Serra através da Coordenadoria dos Direitos da Mulher tem dado resultados positivos na proteção à mulher

Por Elizeu Teixeira Filho, do Jornal SP Repórter

Taboão da Serra não registra mortes de mulheres por violência doméstica há 2 anos
A coordenadora dos Direitos da Mulher, Dra. Sueli Amoedo, tem realizado um trabalho importante em Taboão

Taboão da Serra, pelo segundo ano consecutivo, não registra feminicídios, ou seja, mortes de mulheres em decorrência de violência doméstica. Infelizmente, em termos nacionais, o número deste tipo de óbito só cresce.


O resultado positivo de Taboão da Serra é fruto de uma política municipal de enfrentamento a violência contra a mulher, tendo como coordenadora dos Direitos da Mulher a Dra. Sueli Amoedo, que é uma referência nacional no tema.


De acordo com Sueli, o município dispõe de uma rede de proteção à mulher, com iniciativas como a Patrulha Guardiã Maria da Penha, auxílio-aluguel para mulheres vítimas de violência, conscientização e reeducação de homens agressores através do Projeto Tempo de Despertar e todos estes programas poderão funcionar de maneira mais adequada no novo espaço.


A dinâmica de ação da Coordenadoria, incluindo parcerias, tem dado certo. “Trabalhamos transversalmente com os demais órgãos de proteção à mulher, como a delegacia da mulher, patrulha guardiã Maria da Penha , promotoria de Justiça e a Ordem dos Advogados do Brasil que juntos são rápidos na proteção as mulheres, e toda a família é imediatamente colocada em segurança, preservando assim a integridade física de todos”, explica a Dra. Sueli.


Conquista: Complexo da Mulher 


O prefeito de Taboão da Serra, Fernando Fernandes, e a deputada estadual Analice Fernandes anunciaram no fim do ano passado a assinatura de convênio com o governo do Estado, no valor de R$ 2.040.563,50 para a construção do Complexo da Mulher, dia 20 de dezembro. 


O complexo terá em um mesmo prédio a Coordenadoria dos Direitos da Mulher, a Delegacia de Polícia de Defesa da Mulher e o Conselho Tutelar. “Nós iremos unificar, trazer para perto os três órgãos. Isso vai propiciar às mulheres que são vítimas de violência conforto, segurança e uma assistência mais efetiva”, explicou a deputada.


src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

POR: Elizeu Teixeira Filho

Por Elizeu Teixeira Filho, do Jornal SP Repórter
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook

© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados

Endereço do jornal: Rua Jundiaí, 56, bairro: Arraial Paulista, Taboão da Serra, São Paulo

Jornalista responsável: Elizeu Teixeira Filho. MTB: 50919/SP

Diretora geral: Vilma Kovacs

Site desenvolvido pela Lenium