Quarta, 22 de janeiro de 2020
11 98407-4416
Cidades

10/01/2020 às 16h43 - atualizada em 10/01/2020 às 16h48

Taboão da Serra / SP

Quatro artistas de Embu das Artes participarão da maior exposição de arte naif do Brasil
O evento acontecerá em agosto no Sesc de Piracicaba

Por Elizeu Teixeira Filho, do Jornal SP Repórter

Quatro artistas de Embu das Artes participarão da maior exposição de arte naif do Brasil

Sob a coordenação da Secretaria Municipal de Cultura de Embu das Artes, os artistas Silvia Maia, Helaine Malca, Adolphe e Raquel Gallena representarão Embu das Artes na 15ª Bienal Naifs do Brasil, que é a maior exposição deste gênero no País e acontecerá em agosto no Sesc de Piracicaba. Naif vem do latim e significa “nativus” e é a arte da espontaneidade, da criatividade autêntica e da produção artística autodidata sem orientação acadêmica, baseada na experimentação instintiva.

Sendo uma das principais referências da arte naif no Brasil, Embu das Artes favoreceu o surgimento de muitos prodígios dessa expressão, se firmando como um reduto para aqueles que não encontravam oportunidades para expor em museus e galerias de arte do circuito renomado. A Feira de Artes e Artesanato foi um dos fenômenos que colaborou para o enraizamento da naif na cidade, pois a partir dela muitos expositores despertaram o interesse pela pintura, mesmo não sendo detentores de técnicas avançadas ou conhecimento acadêmico. 

Expoente desse estilo, Maria Auxiliadora (1935 - 1974) é considerada um dos maiores nomes das artes plásticas brasileira, contemplada com uma bela exposição individual no MASP em 2018. Ela morou em Embu das Artes e integrou a cena local até o início dos anos 70.

Já no 28º Salão Nacional de Artes de Embu das Artes, ocorrido em 2012, a participação de artistas naif no evento deu visibilidade e reconhecimento aos talentos embuenses, o que ampliou a participação deles em exposições pelo País.


src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">


Neste ano, 980 obras de 530 artistas foram inscritas na Bienal Naifs do Brasil. Entre essas, a organização selecionou 212 obras de 125 artistas, originários de 21 estados e do Distrito Federal, que se manifestam em diversas técnicas como pintura, colagem, desenho, aquarela, gravura, escultura, entalhe, bordado, costura, crochê, marchetaria e modelagem. A curadoria do evento é de Ana Avelar e Renata Felinto.

Sobre os artistas

Silvia Maia: pernambucana, reside em Embu das Artes há mais de 30 anos. É psicóloga de formação e sempre foi sensível às manifestações culturais, como as artes plásticas. Mas foi no estilo da arte naif que ela se descobriu artista e, desde então, não parou mais de pintar. Ela retrata o universo da cultura popular, do folclore, de festas religiosas, figuras humanas, sagradas e raízes da sua terra natal, sempre de forma alegre e colorida e angelical. 

Helaine Malca: escultora em terracota, trabalha na Feira de Artes e Artesanato de Embu das Artes há cerca de 30 anos. É figura presente na maioria das exposições da cidade e participou de eventos importantes como o Revelando SP e a Bienal Naif de Socorro. Sua arte expressa a cultura popular, a maneira de ver o mundo e de observar a natureza como forma de criação.

Adolphe: refugiado do Haiti, o artista foi acolhido na cidade e é detentor de uma expressão original, utilizando-se de uma técnica diferenciada que retrata o seu povo, os negros, os camponeses e suas atividades. 

Raquel Gallena: nascida em São Paulo, iniciou sua carreira artística intuitivamente, optando pelo estilo naif, e expõe desde 1979 em mostras coletivas e individuais. Seus trabalhos atraem estrangeiros e, por isso, possui inúmeras obras espalhadas pela Europa, Japão e Estados Unidos. Ela é capaz de criar paisagens que unem céu, arco-íris, revoadas de pássaros, campos verdes enriquecidos por vegetações tropicais, chuva de flores, nuvens, rios entre outros elementos.

POR: Alex Natalino, da PMEA

Por Elizeu Teixeira Filho, do Jornal SP Repórter
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook

© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados

Endereço do jornal: Rua Jundiaí, 56, bairro: Arraial Paulista, Taboão da Serra, São Paulo

Jornalista responsável: Elizeu Teixeira Filho. MTB: 50919/SP

Diretora geral: Vilma Kovacs

Site desenvolvido pela Lenium