Quarta, 28 de Outubro de 2020
11 98407-4416
Cidades Coronavírus

Prefeito de Taboão da Serra concede entrevista coletiva e fala sobre o coronavírus

A Prefeitura tem tomado medidas importantes para lidar com a pandemia, como distribuição de milhares de cestas básicas, de máscaras, implantação do Hospital de Campanha, desinfecção de ruas, criação de WhatsApps orientativos das UBSs, um telefone 0800 gratuito, entre outras várias ações.

23/04/2020 16h05
Por: Por Elizeu Teixeira Filho, do Jornal SP Repórter Fonte: Elizeu Teixeira Filho
Prefeito de Taboão da Serra concede entrevista coletiva e fala sobre o coronavírus - Foto: Elizeu T. Filho
Prefeito de Taboão da Serra concede entrevista coletiva e fala sobre o coronavírus - Foto: Elizeu T. Filho

O prefeito de Taboão da Serra, Fernando Fernandes, concedeu nessa quinta-feira, 23, uma entrevista coletiva para abordar questões relacionadas ao coronavírus na cidade. Entre as diversas questões, Fernando falou sobre a importância do isolamento social, das ações da Prefeitura, entre outros temas.

Durante a entrevista, o chefe do Executivo explicou que Taboão está seguindo a determinação estadual. “Temos um decreto de quarentena do Governo do Estado e nós estamos seguindo esse decreto. O decreto é superior a qualquer atitude de qualquer prefeito. E os prefeitos que estão tomando atitudes contra esse decreto estão correndo risco de serem enquadrados por crime de responsabilidade. O que o prefeito pode fazer é aumentar as restrições, não diminuir as restrições. Isso, inclusive, foi decidido no STF”.

A Prefeitura tem tomado medidas importantes para lidar com a pandemia, como distribuição de milhares de cestas básicas, de máscaras, implantação do Hospital de Campanha, desinfecção de ruas, criação de WhatsApps orientativos das UBSs, um telefone 0800 gratuito, entre outras várias ações.

Fernandes frisou também que a administração tem trabalhado com a conscientização das pessoas. “Nós estamos trabalhando com o diálogo, pedindo para que as pessoas cumpram com o que está determinado no decreto, principalmente os comércios, o que não é fácil, principalmente nas periferias de São Paulo, que tem inúmeros estabelecimentos comerciais, barzinhos, na noite, em que você ter uma fiscalização sobre isso não é fácil. Nós temos fechado vários bares, o dono vai lá e reabre, a gente vai lá e conversa de novo”.

“Temos que mostrar que o distanciamento social foi inegavelmente produtivo. São Paulo tem uma curva 30% menor que a do Brasil, quando poderia ter sido igual ou pior, pois nosso Estado tem um alto grau de adensamento populacional, com várias regiões metropolitanas. Temos que defender, até a hora que realmente possa se flexibilizar com segurança, olhando os números”.

O prefeito também lembrou que a análise sobre o panorama do Covid-19 não pode ser feita de forma isolada no caso de Taboão. “Não podemos avaliar Taboão da Serra sozinha, pois nós temos um conurbamento com São Paulo, com Embu, muito grande. A região metropolitana não pode ser analisada individualmente. As cidades não podem se avaliar individualmente, têm que pensar de forma global”.

A cidade possui, até essa quinta 536 casos notificados de Covid-19, 206 descartados, 150 confirmados, 162 em andamento e 18 óbitos.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Saiba tudo o que acontece em Taboão da Serra
Taboão da Serra - SP
Atualizado às 02h47 - Fonte: Climatempo
21°
Alguma nebulosidade

Mín. 18° Máx. 32°

21° Sensação
4 km/h Vento
73% Umidade do ar
90% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (29/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (30/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 20°

Chuvoso
Ele1 - Criar site de notícias