Segunda, 10 de Agosto de 2020
11 98407-4416
Saúde São Paulo

Febre Maculosa já causou 17 mortes em São Paulo neste ano

Neste ano, foram notificados 60 casos confirmados da doença, ante 165 casos registrados no ano passado.

03/08/2018 10h02 Atualizada há 2 anos
Por: Por Elizeu Teixeira Filho, do Jornal SP Repórter Fonte: Bruno Bochini - ABr
Febre Maculosa já causou 17 mortes em São Paulo, em 2018
Febre Maculosa já causou 17 mortes em São Paulo, em 2018

A febre maculosa, transmitida por carrapatos, já causou 17 mortes no estado de São Paulo desde o início de 2018. Segundo o Ministério da Saúde, não houve aumento no número de óbitos, já que em todo o ano de 2017 foram registradas 58 mortes. Neste ano, foram notificados 60 casos confirmados da doença, ante 165 casos registrados no ano passado.

Segundo o Ministério da Saúde, quanto antes a pessoa é diagnosticada e começa o tratamento, maior o sucesso. A doença se manifesta com febre de início súbito, dor de cabeça, dores no corpo, manchas vermelhas na pele, começando nos pés e mãos e lesão no local onde o carrapato ficou preso. É importante avisar o médico também se a pessoa frequentou área sabidamente de transmissão de febre maculosa nos 15 dias anteriores.

No Brasil, a doença ocorre predominantemente nas regiões Sudeste e Sul e, de acordo com o ministério, nas áreas onde estão ocorrendo casos já foram adotadas as medidas preconizadas pela Organização Mundial da Saúde, como avisar as unidades de saúde locais e colocar placas de alerta à população. De acordo com a pasta, foram capacitados 550 profissionais da área de vigilância epidemiológica e vigilância de ambientes para identificar áreas reconhecidamente endêmicas.

Nos humanos, a doença tem alta letalidade e é adquirida pela picada do carrapato infectado com a bactéria Rickettsia rickettsii e a transmissão geralmente ocorre quando o artrópode pica e permanece aderido ao corpo, portanto, quanto mais rápido os carrapatos forem retirados, menor será o risco de contrair a doença.

Nos casos de contato com áreas com presença de carrapatos, recomenda-se o uso de mangas longas, botas e calça comprida com a parte inferior colocada para dentro das meias. O uso de roupas de cor clara facilita a visualização dos carrapatos. As peças de roupas devem ser lavadas em água fervente.

O tratamento se dá com antibióticos que, em caso de suspeita, devem ser prescritos imediatamente, mesmo antes da confirmação laboratorial do caso. Não é recomendada a terapia com antibióticos para indivíduos sem sintomas que tenham sido recentemente picados por carrapatos.

Dados do Ministério da Saúde mostram que a febre maculosa tem sido registrada em áreas rurais e urbanas de todas as regiões do Brasil. No entanto, a maior concentração de casos é verificada nas regiões Sudeste e Sul, onde ocorre de forma esporádica.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Taboão da Serra - SP
Atualizado às 15h27 - Fonte: Climatempo
27°
Alguma nebulosidade

Mín. 14° Máx. 27°

26° Sensação
9 km/h Vento
26% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (11/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Quarta (12/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias